Terreiro de Omoloco

Patrimônio Imaterial - Miguel Pereira


 

Galeria de Fotos

Terreiro de Omoloco: Fotos: Isabela Kassow/Diadorim Ideias

Centro Omoloco Mãe Célia. Foto: Isabela Kassow/Diadorim Ideias
< >

Navegue pelo Mapa


A história do terreiro Tenda Espírita Maria Conga do Rosário e Ilê D'Omulú teve início em uma busca desesperada de uma mãe pela saúde de seu filho. Wagner Paulino da Silva tinha dois anos e meio e estava desenganado pelos médicos. Célia Almeida Faria, que já freqüentava centros de umbanda desde os 16 anos, ficou sabendo que ele era filho de Obaluaiê, que precisava fazer o santo no candomblé. Assim, Célia se descobriu filha de Omulu e decidiu fazer o santo também.


Com a devoção aos orixás da morte e da doença, ela acredita ter salvo a vida do filho, o que fez com que passasse a praticar outra religião, o omoloco, uma mistura de umbanda com candomblé. Pedagoga, professora, cabeleireira e massoterapeuta, Célia é filha de Omulu com Yansã e na umbanda trabalha com a preta velha Maria Conga do Rosário. Seu terreiro, onde Wagner é ogã (toca atabaque) já tem 12 filhos de santo.

 

Serviço

Endereço: Rua Pedro Paulo de Andrade, 325, Miguel Pereira, RJ
Telefone: (24) 2484-1638
Email: celliafaria@yahoo.com.br

Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro Petrobras

Apple Store Google Play

Coordenação, Produção e Conteúdo    Diadorim ideias & comunicações