Museu do Sambaqui da Beirada

Destaques - Saquarema


 

Galeria de Fotos

< >

O Museu do Sambaqui da Beirada  é a primeira exposição arqueológica ao ar livre de sambaquis no Brasil. Em boas condições de visitação, ele foi registrado em 1995 e abriga três esqueletos indígenas, além de conchas, lâminas de machado, cascas de ostras e restos de cozinha, cercados e expostos ao público. Os sambaquis de Saquarema são protegidos por lei federal e tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) como fonte de conhecimento sobre a cultura do homem pré-histórico brasileiro.

O Sambaqui da Beirada foi descoberto pelo pescador Manoel Vencesláu, conhecido como Jucá, e pesquisado em 1987 pela arqueóloga Lina Kneip e equipe. Datado de 4.520 anos,  o Sambaqui - palavra de origem indígena que significa, em Tupi, tambá (conha) e ki (amontoado) - constitui a mais antiga ocupação humana de Saquarema.

Os primitivos habitantes da região viviam em  grupos familiares e confeccionavam armas, adornos e  instrumentos com pedras,  ossos, dentes de animais, conchas de moluscos e outros materiais há muito desaparecidos.  Eram indivíduos fortes e robustos, aparentando acentuado desgaste dentário, mas quase ausência de cáries devido à dieta à base de peixe.

Suas tradições, hábitos alimentares, práticas funerárias e manifestações artísticas identificadas a partir das escavações são peças importantes no estudo dos povos que deixaram suas marcas preservadas em Saquarema.

Vídeo sobre o Museu, aqui.


Serviço

Endereço: Rua do Sambaqui da Beirada, s/n, Barra Nova
Telefone: (22) 99921-8364 (Vanderléa)
Horário de Funcionamento:

De qua a sex, das 13h às 16h. Sáb, das 9h às 16h. 

Navegue pelo Mapa

Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro Petrobras

Apple Store Google Play

Coordenação, Produção e Conteúdo    Diadorim ideias & comunicações