Museu de Arte Moderna (MAM)

Espaços Culturais - Rio de Janeiro


 

Navegue pelo Mapa

O Museu de Arte Moderna (MAM) abriga cerca de 11 mil obras de arte moderna e contemporânea. Entre as joias do MAM estão Mademoiselle Pogany, escultura de Constantin Brancusi (1920); Number 16, de Jackson Pollock (1950); a obra de Ben Nicholson, Opal, magenta and black (1951) e  a gigantesca tela de Georges Matthieu, Morte Antropofágica do Bispo Sardinha.

Foto: Divulgação
Destacam-se ainda as telas Urutu, de Tarsila do Amaral, e O farol, de Anita Malfatti. 

O acervo está distribuído em duas grandes coleções, a Gilberto Chateaubriand e a Joaquim Paiva, que incluem outras inúmeras esculturas e pinturas de artistas de renome internacional, como Alberto Giacometti e Henry Moore;  latino-americanos, entre eles Joaquin Torres García e Cruz Díez; além de brasileiros como Di Cavalcanti, Lygia Clark, Helio Oiticica, Franz Weissmann e Amílcar de Castro.

Há uma mostra representativa da fotografia brasileira, de cerca de quatro mil imagens, dos anos 90. Entre os nomes da coleção, figuram Pierre Verger, Geraldo de Barros, Miguel Rio Branco, Walter Firmo e Rosângela Rennó. Inaugurado em 1958, o prédio é uma das obras-primas do modernismo.

O projeto é do carioca Affonso Eduardo Reidy - um dos maiores nomes da arquitetura brasileira. Os jardins são de Burle Max, com esculturas de Amilcar de Castro e Franz Weissmann. Não há exposição permanente do acervo do MAM, apenas temporárias.


Serviço

Endereço: Av. Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo.
Telefone: (21) 2240-4944
Site: www.mamrio.com.br
Horário de Funcionamento:

Ter a sex, de 12h às 18h; sab, dom e feriados, de 12h às 19h.

Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro Petrobras

Apple Store Google Play

Coordenação, Produção e Conteúdo    Diadorim ideias & comunicações