Memorial Judaico

Patrimônio Material - Vassouras


 

O Memorial Judaico de Vassouras foi construído em 1992 para homenagear dois judeus mortos no município em meados do século 19 e enterrados no antigo terreno da Santa Casa de Misericórdia. Moradores da região, Benjamin Benatar e Michel Mujilov, de origem marroquina, não puderam ser sepultados no cemitério local devido a divergências religiosas da época. Na ocasião, a Santa Casa desafiou a ordem do pároco e permitiu que os corpos fossem enterrados em um pequeno jardim nos fundos do hospital.

O projeto de recuperação do local e de construção do memorial foi elaborado pelo paisagista Roberto Burle Marx, conservando as pedras tumulares. A obra, pouco conhecida do público, carrega uma das marcas do trabalho do artista: a preferência por plantas tropicais e nativas das regiões onde seus jardins eram projetados. Apesar de assinar o jardim do memorial, um de seus últimos trabalhos, Burle Marx não chegou a visitar o local. Atualmente fechado para visitação, o memorial deve ser transformado em museu de preservação da história judaica no país. O projeto é coordenado por Luiz Benyosef.

 

 

 


Serviço

Endereço: Rua Luiz Pinheiro Werneck, 64 - Centro
Telefone: (21) 3504-9198
Site: www.memorialjudaico.org.br

Navegue pelo Mapa

Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro Petrobras

Apple Store Google Play

Coordenação, Produção e Conteúdo    Diadorim ideias & comunicações