Marinez Azevedo

Gente - São João da Barra


 

Galeria de Fotos

Mais de 40 fantasias em vida dedicada ao carnaval. Foto: Tasso Marcelo/Diadorim Ideias
< >

Navegue pelo Mapa

Marinez Azevedo confeccionou 41 fantasias de luxo ao longo de uma vida dedicada ao carnaval. Ela é uma das últimas bordadeiras do samba de São João. No lugar da cola que os estilistas hoje usam para ganhar tempo, a sanjoanense produz peças suntuosas só na linha e na agulha. Com muitas cores, strass, cristais swarovski, pedrarias, correntes, lantejoulas, adornos em plumas, penas de galo e de faisão.

Marinez costura na linha e agulha toda o figurino. Foto: Tasso Marcelo/Diadorim Ideias

Com os figurinos desfilou como destaque de luxo nas duas escolas de samba de São João da Barra ? a Congos e a Chinês -  e em escolas do Rio de Janeiro, como Vila Isabel, Grande Rio, Beija Flor e Viradouro. De 1998 a 2009, participou do tradicional desfile de fantasias do hotel Glória, no Rio, onde conquistou o título de campeã em 2005, e os segundo e terceiro lugar por cinco edições. 

Roupas podem pesar até 50 quilos. Foto: Tasso Marcelo /Diadorim Ideias

"Eu vivo pra isso, vivo pra arte", observa Marinez, que diz levar meses para ter a roupa pronta. No corpo diminuto, musculoso porém pela força do hábito, carrega 30 a 50 quilos de fantasia ao longo da rua Joaquim Thomaz de Aquino Filho, onde acontecem os desfiles da cidade. A fantasia completa, calcula Marinez, pode chegar ao custo de R$ 30 mil. 

Marinez respira carnaval desde criança. Seu pai montava os carros alegóricos da Chinês. A mãe costurava fantasias por encomenda."Papai comprava bonecas de pano para eu bordar já com quatro anos. Ele fazia agulhas com palitos de fósforo para eu não machucar as mãos", lembra a bordadeira.Suas duas filhas, no entanto, não herdaram a veia da família. "Elas são evangélicas. Desfilaram uma vez só pra me agradar", ressalta a mãe.

Além das fantasias, Marinez também costura vestidos de noiva e é uma das únicas da cidade no ofício. Faz ainda mantos de santos, véus e toalhas para as igrejas de São João. Mas sua paixão mesmo são as fantasias e não se importa com a histórica rivalidade entre as escolas Chinês e Congos. " Eu gosto é de interpretar um personagem e impressionar na avenida." 


Serviço

Endereço: Rua Doutor João Manoel Alves, 280 - Centro
Telefone: (22) 99815-6252

Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro Petrobras

Apple Store Google Play

Coordenação, Produção e Conteúdo    Diadorim ideias & comunicações