Maneiros do Café

Patrimônio Imaterial - Bom Jardim


 

Navegue pelo Mapa

O Grupo Maneiros do Café é integrado por meninos e meninas da escola pública Edmo Benedicto Corrêa, localizada dentro de um cafezal. A cada ano o grupo se renova com a finalidade de passar a antiga tradição do Mineiro Pau para as novas gerações.

 Foto: Cris Isidoro / Diadorim Ideias.
De quebra, os alunos aumentam a capacidade motora, já que os movimentos desta dança folclórica exigem coordenação auditiva e corporal. A professora Andréa Sardinha, 41 anos, explica que o Mineiro Pau foi originalmente uma luta entre escravos que usavam bastões em sua defesa. "Quando os senhores apareciam, os escravos disfarçavam, começavam a cantar e fingiam estar dançando. Assim nasceu a  dança, que é embalada com batidas ritmadas dos choques entre os bastões de pau", diz Andréa.

 Foto: Cris Isidoro / Diadorim Ideias.
Valdineia Silveira Dias, 45 anos, diretora da Escola Edmo Benedicto Corrêa, conta que a dança surgiu na época do cangaço, no sertão do Ceará, onde era chamada de Maneiro Pau. Inserida na cultura cafeeira do estado fluminense,  foi batizada de Maneiros do Café.


Serviço

Endereço: Escola Edmo Benedicto Correa, Bom Jardim - RJ

Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro Petrobras

Apple Store Google Play

Coordenação, Produção e Conteúdo    Diadorim ideias & comunicações