Lira Operária Bonjesuense

Destaques - Bom Jesus do Itabapoana


 

Galeria de Fotos

< >

Fundada em 1939, a Lira Operária Bonjesuense é carinhosamente chamada pelos bonjuenses de "Furiosa". Comandado desde 1982 pelo maestro Nilo Rodrigues de Oliveira, de 79 anos (dos quais 49 dedicados à Lira), o grupo já passou por momentos difíceis.

Em 1975, quando a diretoria da época vendeu tudo - instrumentos e uniformes - deixando a Lira Operária entregue à sorte. Nilo não teve dúvidas: assumiu a Furiosa e, do próprio bolso, bancou a reforma e a aquisição de novos instrumentos. "A banda é minha vida, minha família. Um patrimônio da cidade que jamais pode calar", ele diz, com emoção.

Atualmente, o maestro comanda 28 instrumentistas, todos formados por ele. Mas, a maior dificuldade, um "doce problema" segundo Nilo, é a renovação dos músicos. "Em 2012, perdemos seis jovens, inclusive dois netos meus, para outras corporações. Mas isso é um bom sinal. Estamos formando profissionais".

Ainda em 2012, o maestro teve uma grata surpresa: ganhou 18 novos instrumentos, entre clarinetes, trombones de vara, bombardinos, baixos, tambores e saxes. Presente em solenidades municipais e celebrações especiais, como os desfiles cívicos que marcam o Dia da Independência no município, a Lira Operária Bonjesuense apresenta um repertório que inclui os típicos dobrados, as marchas de bandas e fanfarras e interpretações de algumas das mais populares canções brasileiras.

Presença marcante também em cidades vizinhas, a Lira Operária já acordou moradores de diversos municípios com seus toques de alvorada em datas festivas.


Serviço

Endereço: Rua Arlindo Sabóia, s/nº, Lia Marcia
Telefone: (28) 3562 2774 (Nilo Rodrigues de Oliveira)

Navegue pelo Mapa

Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro Petrobras

Apple Store Google Play

Coordenação, Produção e Conteúdo    Diadorim ideias & comunicações