Lan

Gente - Petrópolis


 

Galeria de Fotos

O cartunista Lan. Foto: Isabela Kassow/ Diadorim Ideias
< >

Lanfranco Vaselli, o cartunista Lan, é italiano, mas vive no Rio de Janeiro desde 1952 e desde 1962  se radicou em Pedro do Rio, em Petrópolis.

Autor de trabalhos célebres nos jornais O Globo, Jornal do Brasil e Correio da Manhã, ele continua criando, apesar da dificuldade em enxergar que o impede de ler seus preciosos livros.

"A única coisa que consigo distinguir bem é mulher bonita. Os homens são só sombras", conta, com humor, o mestre em retratar as curvas femininas típicas do Brasil nas páginas dos jornais.

A prática começou na juventude, na Argentina, quando ele ganhava bem para escrever para revistas e jornais portenhos.

"Gastava todo o dinheiro nos cabarés, até que Evita Perón (ex-primeira-dama argentina), dona da empresa onde eu trabalhava, me encomendou uma série sobre mulheres do cabaré. Era difícil frequentar os ambientes a trabalho, fugindo das provocações", lembra.

Flamenguista e adepto do candomblé, Lan foi um dos fundadores do jornal Última Hora e faz tempo que se considera carioca. Irreverente, é mestre em castigar políticos com caricaturas.A mais clássica é a que ele fez do ex- governador do Rio Carlos Lacerda, O Corvo. "Aquele trabalho ficou célebre e fui muito chamado de espanhol safado pelo político', diverte-se.

Na chegada à terceira idade, as frustrações e limitações que viu surgirem se materializaram no personagem Baixinho, que 'ficou pequeno ao lado das mulheres grandes, para mostrar que elas são inatingíveis'.

Mas isso é só no papel. Na vida real, Lan é casado desde 1950. "Digo que sou contra o casamento e a favor da Olívia, porque sempre fui leal a ela. Meu único mérito é levar pra ela todo dia mamão com semente e um cafezinho na cama', descreve.


Serviço

Endereço: Petrópolis - RJ
Telefone: (24) 2233-3568

Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro Petrobras

Apple Store Google Play

Coordenação, Produção e Conteúdo    Diadorim ideias & comunicações