Jongo do Quilombo da Barrinha

Patrimônio Imaterial - São Francisco de Itabapoana


 

Navegue pelo Mapa

O Quilombo da Barrinha reúne 70 famílias e, em sua hierarquia, as mulheres têm poder absoluto de decisão. Às margens da Rodovia Travessão de Barra (RJ 224), na Estrada Campos-Barra, é um dos poucos quilombos à beira-mar do Brasil.

Festa no Quilombo da Barrinha. Foto: Divulgação/Quilombo da Barrinha.

É ali, sob a lua cheia e com o murmúrio do mar, que a roda de jongo se forma e se faz ouvir, marcada pelo centenário tambor. "É o jongo puro, genuíno", garante o porta-voz do quilombo, Edson Martins.

"Ô santinha,
ô santinha,
vamo s'embora pra Barrinha"

Outra particularidade do quilombo é o fato de estar localizado ao lado de um cemitério de pretos novos - só há mais um no estado do Rio de Janeiro, na Gamboa. Nestes locais, eram sepultados os corpos de negros recém-chegados da África que não resistiam à travessia do Atlântico. O quilombo ainda não tem delimitação territorial e está em fase de reconhecimento pela Fundação Palmares, mas cada uma das 70 famílias tem seu pedaço de terra, de onde tira a subsistência.


Serviço

Endereço: Rodovia Travessão de Barra, São Francisco de Itabapoana - Rio de Janeiro
Telefone: (22) 9891 4157 / 2789 1758 (Edson Martins)
Email: edinhomartins1@live.com

Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro Petrobras

Apple Store Google Play

Coordenação, Produção e Conteúdo    Diadorim ideias & comunicações