Ilha Fiscal

Patrimônio Material - Rio de Janeiro


 

Galeria de Fotos

Palácio da Ilha Fiscal.  Foto: Isabela Kassow/Diadorim Ideias
< >

Navegue pelo Mapa

Localizada na Baía de Guanabara, a Ilha Fiscal tem como atração um castelo em estilo neogótico inspirado nos castelos do século 14, em Auvergne, na França. Projetado pelo engenheiro Adopho José Del Vecchio para ser um posto aduaneiro do Ministério da Fazenda , o prédio foi inaugurado em 1889 e comparado pelo Imperador Pedro II  a "um delicado estojo, digno de uma brilhante joia".

Foto: Isabela Kassow / Diadorim Ideias.
O torreão ostenta um centenário relógio de quatro faces. Os vitrais foram importados da Inglaterra e representam o imperador e a princesa Isabel. A pintura decorativa do Palácio é de Frederico Steckel. As colunas, arcos, florões e símbolos imperiais em cantaria são de Antonio Teixeira Ruiz. Moreira de Carvalho assina os mosaicos do piso do torreão, feito com diversos tipos de madeira.

No ano de sua inauguração, o Palácio foi palco da maior festa até então realizada no Rio, o famoso baile da Ilha Fiscal. Com cerca de cinco mil convidados, o evento homenageou a tripulação do couraçado chileno Almirante Cochrane. A recepção, com muita valsa e polca, tinha o intuito de reforçar os laços de amizade com o Chile e reerguer o prestígio da Monarquia, abalado pela propaganda republicana.

Foto: Isabela Kassow / Diadorim Ideias.
O baile foi fartamente noticiado pela imprensa do século 19, que destacou o cardápio de comidas exóticas, o luxo e a extravagância dos convidados, cujas peças íntimas teriam sido encontradas na ilha depois da festa. A república foi proclamada no Brasil seis dias depois do baile.

Na revolta da Armada, em 1893, paredes, vitrais e móveis do castelo foram danificados por projéteis. Em 1913, o prédio passou do Ministério da Fazenda para o Ministério da Marinha. Aberto à visitação, os salões abrigam exposições temporárias e permanentes que revelam a história da Ilha e da Marinha. O passeio parte do cais do Espaço Cultural da Marinha, na Praça XV. A Ilha Fiscal foi tombada pelo Inepac em 1990.


Serviço

Endereço: Cais do Espaço Cultural da Marinha - Avenida Alfredo Agache, Centro.
Telefone: (21) 2233-9165
Horário de Funcionamento:

De Qui a dom, barcos saem às 13h, 14h30 e 16h. O embarque inicia 15 minutos antes do horário de saída.

Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro Petrobras

Apple Store Google Play

Coordenação, Produção e Conteúdo    Diadorim ideias & comunicações