Guga

Gente - Itatiaia


 
Gustavo Santos tem 20 anos, faz faculdade de Direito, namora, gosta de passear, é um rapaz como qualquer outro da idade dele. Qualquer outro que troque o tênis pela sapatilha. Guga, como ele é conhecido em Itatiaia, dança. E, dizem os professores, muito bem. "Quando está chegando próximo da apresentação, eu fico nervoso e entusiasmado. É que se eu fico sem dançar, parece que alguma coisa está faltando", diz ele diz sobre a paixão que o acompanha desde criança.

O menino foi incentivado pela mãe, que era professora de dança, e pelo tio, que é coreógrafo. "Só podia dar nisso", conclui. Ele ri da própria história quando conta que não era muito natural menino dançar por ali: só as meninas tinham vez até há bem pouco tempo. Mas Guga nunca ligou para o preconceito.

No grupo Corpo em Movimento, mantido pela Casa de Cultura, desde 2009 Guga se apresenta em dupla, em trios, em dezena, se o espetáculo exige mais gente no palco. Mas é o único que faz solo. O primeiro foi em 2010, em um festival de dança de Cabo Frio, do qual saiu vencedor. Em 2011, no Festival de Dança de Itatiaia, ele repetiu a dose.

O bailarino faz o clássico, exigência da escola que já formou muitos dançarinos, mas prefere outro estilo. "Eu não gosto dessa coisa muito certinha, prefiro um estilo mais despojado". Entre os ídolos, Patrick Swayze e Michael Jackson, além do avô, que era jogador de futebol.

Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro Petrobras

Apple Store Google Play

Coordenação, Produção e Conteúdo    Diadorim ideias & comunicações