Folia de Reis Sagrada Família da Mangueira

Patrimônio Imaterial - Rio de Janeiro


 

Galeria de Fotos

Peregrinação da folia

Folia de São Sebastião no Chapéu Mangueira. Foto: Cris Isidoro/ Diadorim Ideias
< >

Navegue pelo Mapa

A Folia de Reis é um folguedo tradicional no Brasil e no Rio. Os grupos de folia saem em peregrinações que reproduzem passagens da história de Jesus.  Entre os 12 a 25 foliões das "companhias", destacam-se o mestre, o contramestre, o bandeireiro e os palhaços, que fazem malabarismos e recitam versos, as "chulas". O mestre entoa toadas em que sua voz chama a resposta de outras vozes.  As festas são organizadas por devoção ou pagamento de promessa, que dura sete anos. No Estado do Rio, o ciclo de peregrinação da Folia de Reis, chamado giro ou jornada. Ao fim do ciclo, os grupos se reúnem na Festa de Remate.

Folia sobe o morro Chapeu Mangueira. Foto: Cris Isidoro / Diadorim Ideias
A Sagrada Família da Mangueira, liderada pelo mestre Hevalcy Silva, nasceu no morro da Mangueira e é uma das últimas remanescentes dos tradicionais reisados nas favelas. Todos os anos, a Folia percorre com cantorias e rezas as ruas e casas de várias comunidades do Rio. Seus 13 integrantes atravessam a cidade de ônibus, paramentados de uniformes e de instrumentos na mão.

A bandeireira é a dona de casa e esposa de Hevalcy, Eliana, que empunha um estandarte de pano, estampado com pinturas dos Reis Magos, do presépio e de vários santos. Na linha de frente, os músicos tocam violões, sanfona e triângulo. No fundo, caixa, tarol e bumbo acompanham a dança dos palhaços Ciganinho e Trinca Ferro, fantasiados com máscaras de cachorro.

As visitas às casas dos moradores são agendadas com o próprio Hevalcy. "Porta aberta é sinal de alegria. Peço a Deus que dê muita saúde pra família de vocês. Hoje vim na sua morada pra lhe dar a santa benção. Deus vai tirar suas doenças, purificar seu corpo inteiro", reza Hevalcy, enquanto Eliana desliza as franjas do estandarte pela casa. O mestre da Sagrada Família da Mangueira é robusto; chamam atenção os óculos de 16 graus que emolduram seus olhos.

Hevalcy brinca em folias desde os oito anos. Em 1994, saiu batendo bumbo e caixa em uma folia profissional; passeou por todos os instrumentos e aprendeu dos mestres as profecias que recita nos giros. Além de cantar, toca violão e rege os músicos com um apito. Como os colegas, está na folia porque teve uma graça alcançada.

Folia visita casa dos moradores. Foto: Cris Isidoro/ Diadorim Ideias
"Há 15 anos, minha mãe ficou no fogo cruzado de um tiroteiro na favela e uma bala esfacelou a perna dela. Prometi aos santos reis fazer um jantar pra dez grupos de folia e ela se curou", revela o mestre. Todos do grupo são de origem humilde. A Sagrada Familia resiste com bravura para manter a tradição. "Hoje na Mangueira, se tiverem dez casas que me pedem a visita, é muito. Então a gente têm que se deslocar para outras comunidades. De quê adianta ter Folia se não tem casa pra visitar?", desabafa Hevalcy.

No morro do  Chapéu Mangueira,  a auxiliar de serviços gerais Georgina Carlos, 64 anos, recebe a Folia todos os anos com uma imagem de Nossa Senhora de Aparecida, velas, flores, pão. E um panelão de macarrão à bolonhesa.

Depois da reza, os palhaços no beco divertem o público. Eles representam os soldados do rei Herodes, da Galiléia, que mandou perseguir Jesus, e por superstição são proibidos de entrarem nas casas. Depois da reza e de saborear o macarrão de Georgina, a Sagrada Família se despede. "Minha bandeira vai embora, vai procurar outra morada, outro devoto que respeite a lei sagrada", entoa o mestre Hevalcy. Georgina aperta a bandeira entre as mãos, se ajoelha e encosta nos lábios as fitas coloridas. Em uma nova casa, a Folia continua.


Serviço

Quando:

De 24 de dezembro a 6 de janeiro, e de 7 a 20 de janeiro, a Sagrada Família da Mangueira faz peregrinações pelos morros da cidade. No último sábado de maio, festa acontece na sede da Sagrada Família, na Mangueira.


Endereço: Rua Visconde de Niterói, 354, Mangueira.
Telefone: (21) 3234-3748 / 99356-6262 (Hevalcy)
Email: hevalcy.silva@yahoo.com.br

Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro Petrobras

Apple Store Google Play

Coordenação, Produção e Conteúdo    Diadorim ideias & comunicações