Festa de São Benedito e de Nossa Senhora do Rosário

Agenda Fixa - Paraty


 

Galeria de Fotos

Imagem de São Benedito na igreja em homenagem ao santo, em Paraty.  Foto: Isabela Kassow/Diadorim Ideias
< >

Navegue pelo Mapa

As bandeiras são brancas e as flores, amarelas; a casa do festeiro tem de ser grande; as mucamas têm de ter saia longa; a rainha pode ser velha ou pode ser moça, só não pode ser branca. Assim como o rei. A Festa de São Benedito e de Nossa Senhora do Rosário é tão grandiosa e tão bela quanto a Festa do Divino, em Paraty. É protagonizada por negros, mas reúne devotos de todas as etnias.

A imagem de São Benedito é levada em procissão. Foto: Isabela Kassow/Diadorim Ideias
Com a  mesa de doces, o almoço e o cachorro-quente, cada um ajuda como pode. E todos se unem em comissão para fazer a celebração que começa numa sexta e termina no domingo do Cristo Rei, em novembro.

Na procissão de encerramento, que leva as imagens até a Igreja de São Benedito e Nossa Senhora do Rosário, são mais de 200 coroinhas seguindo o Rei e a Rainha ? figuras emblemáticas na festa, que representam os antigos líderes escravos. "Nossa Senhora do Rosário, rogai por nós. São Benedito, rogai por nós", o padre recorre ao microfone para alcançar a multidão de devotos que deixam as janelas e as casas e se vão juntando ao cortejo. A cidade reza.

A festa de São Benedito é uma das mais tradicionais de Paraty. Foto: Isabela Kassow/Diadorim Ideias
Depois da procissão e da missa solene, o festeiro, escolhido para organizar a festa, recebe a bandeira e as imagens, que ele guarda até o ano seguinte. Há mais de cem anos é assim. Com danças folclóricas e de origem africana, como o jongo, a festa acaba com queima de fogos.


Serviço

Quando:

Novembro


Endereço: Rua Tenente Francisco Antonio

Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro Petrobras

Apple Store Google Play

Coordenação, Produção e Conteúdo    Diadorim ideias & comunicações