Escola de Samba Mirim Filhos da Águia

Destaques - Rio de Janeiro


 

Galeria de Fotos

Seguindo os passos da mãe

Jovens dos 5 aos 18 anos na Filhos da Águia. Foto: Cris Isidoro/Diadorim Ideias
< >

Navegue pelo Mapa

A escola de samba Filhos da Águia é uma das estrelas do desfile das escolas mirins no Sambódromo. Os bailarinos da comissão de frente conseguem  levantar o público das arquibancadas logo no primeiro setor, o termômetro da Avenida Marques de Sapucaí.  Os 1200 componentes, divididos em 18 alas e embalados por 150 ritmistas, desfilam do início ao fim cheios de garra. Vinícius Martins, 14 anos, e Osana Cruz, 16 anos, defenderam o pavilhão como gente grande em 2011 e ganharam da Associação das Escolas Mirins do Rio de Janeiro (Aesmi)  o prêmio de melhores mestre-sala e porta-bandeira daquele ano.

"A gente sente tanta coisa, nervosismo, emoção, responsabilidade por levar nas mãos o pavilhão, que é o coração da escola. A Filhos da Águia segue os passos da escola mãe, a Portela, e também quer conquistar muitos títulos pela frente", diz Osana. Além de gostar de sambar, o parceiro da moça, Vinícius, afirma que a função de mestre-sala ajuda a melhorar a postura e dá responsabilidade "pra no futuro ser alguém na vida". As famílias de Osana e Vinícius são todas do samba. O pai da porta-bandeira mirim é diretor de cuícas das escolas Portela e Vila Isabel, e o irmão,  diretor de harmonia da Unidos da Tijuca. A mãe de Osana, por sua vez, é diretora de harmonia da Portela. Já Vinicius tem um irmão que toca na bateria do Império Serrano, e outro que desfila como mestre-sala da Acadêmicos da Rocinha.

A Filhos da Águia tem como padrinhos os músicos Paulinho da Viola e Marisa Monte, e acolhe crianças e jovens dos 5 aos 18 anos. "O bom é que eles não têm a vaidade das escolas de gente grande; o que eles  querem mesmo é sambar", observa o presidente Pedro Faria. Quem manda na Filhos da Águia, no entanto, é a segunda vice-presidente, a morena de longa cabeleira Nilce Fran, 42 anos. Irrequieta sobre um salto agulha, e sedutora em mini-vestido abalonado na coxas, Nilce Fran comanda com pulso firme os ensaios da escola na quadra da Associação Osvaldo Cruz. Ela treina as crianças durante quatro meses antes do carnaval. Ao longo do ano, os alunos também aprendem canto e percussão. "O diferencial da Portela é que ela forma profissionais desde a infância. Na avenida, as crianças mostram o resultado de muito treino e dedicação", explica.

Nilce Fran divide-se entre o samba e o comércio de frango assado - Frangos Fran - em dois pontos de venda que mantém no subúrbio. No carnaval, ela brilha como diretora da ala das passistas da Portela, além de desfilar como destaque em um carro alegórico da Mangueira. Sua maior paixão, porém, é a Filhos da Águia. "Não faço mais nada durante o ano. Não pinto unha, não namoro. É uma luta árdua pra chegar na Avenida. E ver essas crianças desfilando é o que bombeia o coração".

Serviço

Endereço: Rua Clara Nunes, 81, Madureira (GRES Portela)
Telefone: 24896440 (quadra)
Email: comunicacao@gresportela.com.br

Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro Petrobras

Apple Store Google Play

Coordenação, Produção e Conteúdo    Diadorim ideias & comunicações