Educacine

Destaques - Três Rios


 

Navegue pelo Mapa

O Educacine é um projeto onde estudantes da rede municipal têm a oportunidade de produzir obras audiovisuais, com a supervisão de profissionais da área. "O projeto começou através da Secretaria de Educação, que na época me fez uma proposta de integrar cultura com educação. Pensei em criar o Educacine, oferecendo oficinas para produção de curta-metragem", conta Rodrigo Portela, gestor dos dois pontos de cultura de Três Rios, o outro é o Teatro Aberto.  

Atuando em 12 comunidades de Três Rios, sendo duas escolas na zona rural, o EducaCine desde 2012 experimenta outra linha de produção: se nos anos anteriores era dada total liberdade aos alunos no momento de escolha de temas para seus filmes, atualmente busca-se fazer um trabalho mais direcionado. Assim, as comunidades são visitadas e, junto com os jovens, busca-se descobrir quais são os assuntos mais importantes no momento, sempre com base num tema específico.

Em 2012, por exemplo, o foco principal era na cidadania, de maneira que buscou-se abordar questões como drogas, ética, preconceito, gravidez na adolescência, dengue, entre outros temas. Depois de feita essa sondagem e escolhido o que será abordado, os alunos montam documentários, curtas de ficção ou animação, atingindo uma média de 12 filmes por ano.

Essa produção roda todas as escolas ao longo do ano, através das Semanas do Cinema na Escola, para motivar os estudantes. "Muitas vezes os alunos acham que não podem fazer algo direito, ainda mais quando são da zona rural. As mostras servem para eles verem que é possível fazer um trabalho legal", diz  Portela. Todo mês de novembro, acontece um Mini-Festival, uma mostra não-competitiva com exibição dos filmes dos alunos de Três Rios e de escolas convidadas de outras cidades, em sessões que acontecem em clubes e no Teatro Celso Peçanha.

O Teatro é usado também para um CineClube, com sessões de cinema esporádicas, seguidas de debates ou usadas como base para produção de filmes autorais. Os curtas montados pelos jovens e crianças de Três Rios ? atendem-se cerca de 180 alunos, entre 6 e 17 anos ? já participaram de Festivais, com prêmios nas cidades de João Pessoa e Rio de Janeiro. Um dos curtas mais aclamados já feitos pelo projeto é o chamado BNH (2005, direção de Rodrigo Portela), história ficcional que fala sobre a relação de um grupo de moradores de um conjunto habitacional.

O projeto lançou um DVD com as 58 obras produzidas em todos os anos e apresentação do filme Eu diferente de você, quando completou cinco anos, em 2010, na mesma época em que se tornou Ponto de Cultura, adotando o nome "Centro de Produção Audiovisual".


Serviço

Endereço: A sede administrativa fica junto ao Teatro Aberto, numa sala do Teatro Celso Peçanha. Rua Bernardo Belo, 20, Centro.
Telefone: (24) 2252-2176/ (24) 2252-0158 (Teatro Celso Peçanha)
Email: drigoportella@yahoo.com.br

Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro Petrobras

Apple Store Google Play

Coordenação, Produção e Conteúdo    Diadorim ideias & comunicações