Contadores de Estórias

Destaques - Paraty


 

A concepção original foi em Nova York, em 1971. Lá, o casal Rachel e Marcos Caetano Ribas, os dois então estudantes de artes plásticas, teatro e dança, iniciou o trabalho de manipulação de bonecos que ganharia respeito de público e crítica em vários lugares do mundo e se instalaria, de vez, em Paraty, dez anos depois, em 1981.

Os contadores de estórias: Rachel Ribas (à esquerda), Marcos Caetano Ribas e Branca Borba. Foto: Juliana Radler
Em quatro décadas, o Grupo Contadores de Estórias fez fama e ganhou um palco próprio, o Teatro Espaço, fundado em 1985, que abriga os espetáculos em que palavra alguma pode ser dita. Os pequenos bonecos, direta e delicadamente manipulados pelo contador, não têm voz. O corpo fala. E qualquer um na plateia entende a linguagem, se emociona com a mensagem.

Em concerto, o suave flerte de um casal de velhinhos, uma das encenações mais famosas do grupo, ultrapassou a marca de 100 mil espectadores. O Grupo Contadores de Estórias coleciona espetáculos, prêmios e viagens. Já participou de festivais na Alemanha, Bélgica, Canadá, Espanha, Chile, Colômbia, EUA, França, Holanda, Inglaterra e Portugal.

Um dos bonecos do espetáculo 'Em concerto'. Foto de divulgação
De O Bode e A Onça, em 1971, a Flutuações, de 2011, foram quase 30 espetáculos. Indicado ao Prêmio de Cultura do Governo do Estado do Rio de Janeiro na categoria Teatro de 2011, o grupo mantém as apresentações na cidade. Religiosamente, às quartas e sábados.


Serviço

Quando:

Às quartas e sábados, às 21h. 


Endereço: Rua Dona Geralda, 327, esquina com a Rua Santa Rita - Centro Histórico
Telefone: (24) 3371-1575 / 3371-1161
Email: ecparaty@ecparaty.com.br
Site: http://www.ecparaty.org.br/historicos.htm

Navegue pelo Mapa

Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro Petrobras

Apple Store Google Play

Coordenação, Produção e Conteúdo    Diadorim ideias & comunicações