Coletivo Macaco Chinês

Destaques - Duque de Caxias


 

Cinema. música e teatro. Foto: Isabela Kassow/Diadorim Ideias.

Coletivo de produção cultural e audiovisual criado em 2013, o Macaco Chinês tem feito e acontecido em Duque de Caxias. Com núcleos de cinema, música e teatro de rua, o grupo é formado por 14 integrantes e inúmeros colaboradores. "Somos todos macacos e a China, se pararmos para pensar, é o maior coletivo de gente do mundo", brinca Nelsinho Pimenta, coordenador de produção da trupe.

Uma das recentes ações da organização comunitária foi a revitalização da praça Xerém. Os agitadores culturais convocaram um mutirão para limpeza do local, que agora conta com um quiosque de lanches e grafites dos meninos do Meeting of Favela nos muros. "Fizemos a ocupação para alcançar públicos diferentes, como trabalhadores e donas de casa", explica Rodrigo Dutra, um dos cineastas do coletivo. Ele dirigiu o documentário Vento Forte do Levante e diz ter bebido muito na fonte do Cineclube Mate Com Angu.   

" Temos é a nossa palavra de ordem, e sensibilizar através da arte é o nosso objetivo", afirma a estudante de museologia Luna Clara, potiguar que não tira os pés de Duque de Caxias desde que conheceu a galera do Macaco Chinês. Entre os próximos projetos do grupo, estão criar um Cine ? Fórum,  com  debates com grandes realizadores do cinema nacional, e dar nova vida à praça Primavera. Mãos à obra.


Serviço

Telefone: (21) 97694-9435 - Nelson Pimenta
Site: https://www.facebook.com/pages/Macaco-Chin%C3%AAs/531276003605736?fref=ts

Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro Petrobras

Apple Store Google Play

Coordenação, Produção e Conteúdo    Diadorim ideias & comunicações